Make your own free website on Tripod.com

A VOZ DA CONVENÇÃO

DIARIO DE GUNNAR
Home Page
ENTREVISTA 45ª AGO CAMPOS DO JORDÃO
REALIZADA 45ª AGO EM CAMPOS DO JORDÃO
AGENDA OFICIAL DA CIADBESP
A EPOPEIA PENTECOSTAL
DIARIO DE GUNAR
DANIEL BERG - BIOGRAFIA
CONVENÇÃO CNADB EM CAMPOS DO JORDÃO
MUNDO MISSIONÁRIO
NÓS CREMOS
DOWNLOADS GRATIS
RADIO ON LINE
AUTORES RELEVANTES
MARATONA BIBLICA
A REFORMA
DEIXE SEU RECADO NO MURAL
MAPA DE ENDEREÇOS
ARTIGOS E MENSAGENS
MINISTÉRIOS CONVENCIONADOS A CIADBESP
BUSCAS
AULA DE TEOLOGIA EM VIDEO
ITEOS
BIBLIA ON LINE
HISTORIA DA GREJA ASSEMBLEIA DE DEUS
TESTEMUNHOS
NOTICIARIO GERAL
RECEITAS
NOTICIAS GOSPEL
FILMES E HISTORIAS DA BIBLIA EM VIDEO
NOTICIAS TECNOLOGIA & INTERNET
FALE COM O PRESIDENTE
VIDEOS GOSPEL
UTILIDADE PUBLICA

Conheça um pouco do Diario de Gunnar Vingren. Procure adquirir este livro, que não pode faltar na biblioteca do bom assembleiano.

reverendogeldasio.jpg

Diário de Gunnar
Os historiadores que se ocupam com o estudo do avivamento pentecostal do nosso século são unânimes em mencionar Azuza Street (rua Azuza), cidade de Los Angeles, estado da Califórnia, Estados Unidos, como o centro irradiador de onde aquele despertamento se espalhou por outras cidades e nações.
Dentre as grandes cidades americanas que foram visitadas pela influência do avivamento pentecostal, destaca-se a cidade de Chicago. Enquanto o avivamento conquistava terreno e dominava a vida religiosa da cidade, fatos de alta importância estavam acontecendo também nas cidades vizinhas, entre dois jovens, que ficaram intimamente ligados à história da Assembléia de Deus no Brasil. São eles:G
unnar Vingren   e Daniel  Berg

Gunnar Vingren
Em Menomiee, Michigan, morava um jovem pastor batista, que se chamava Gunnar Vingren, nascido em Ostra Husby, Ostergóthand, Suécia, em 8 de agosto de 1879. Atraído pelos acontecimentos do avivamento em Chicago, Vingren

 

foi a essa cidade, a fim de certificar-se da verdade. Ante a demonstração do poder divino testemunhado, o jovem pastor creu e foi batizado com o Espírito Santo.
O encontro com Daniel Berg
Pouco tempo depois, Gunnar Vingren participava de uma convenção de igrejas batistas, em Chicago, onde conheceu outro jovem que se chamava Daniel Berg que também fora batizado com o Espírito Santo. Daniel Berg nasceu na aldeia de Vargón, na Suécia, onde viveu até a idade de dezessete anos. Os dois jovens trocaram idéias e chegaram à feliz conclusão de que Deus os guiava para a obra missionária; restava saber onde.
Algum tempo depois, Daniel Berg foi visitar Gunnar Vingren. Nessa ocasião, em uma reunião de oração na casa de um irmão de nome Adolpho Ulldin, através de uma mensagem profética, Deus falou ao coração de Gunnar Vingren e Daniel Berg, que partissem a pregar o Evangelho em terras distantes. O lugar para onde deviam seguir foi mencionado na profecia, como sendo o Pará. Eles não sabiam onde ficava essa região, mas após consultarem mapas, verificaram que se tratava do Brasil.

Rumo ao Brasil
Gunnar Vingren e Daniel Berg, despediram-se da Igreja e dos irmãos em Chicago, e com uma pequena ajuda financeira e orações de irmãos e amigos, a bordo do navio Clement, partiram a 5 de novembro de 1910, da cidade de Nova York, para Belém do Pará. Quatorze dias depois, isto é, a 19 de novembro do mesmo ano, os dois missionários desembarcaram na cidade de Belém. Não possuiam eles amigos ou conhecidos nessa cidade. Não traziam endereço de alguém que os encaminhasse a algum lugar. Vinham encomendados unicamente à graça de Deus, e tinham a protegê-los o Deus de Abraão. Sentados num banco da atual Praça da República, em Belém, fizeram a primeira oração em terras brasileiras.

Chegada ao Brasil

Por insistência de alguns passageiros com os quais viajaram, Gunnar Vingren e Daniel Berg hospedaram-se num modesto hotel, cuja diária completa era, na época, 8.000 réis. Em uma das mesas do hotel o irmão Vingren encontrou uma revista que tinha o endereço do pastor metodista Justus Nelson. No outro dia procuraram esse pastor, e, graças à sua ajuda, Vingren e Berg foram levados à Igreja Batista de Belém, quando foram apresentados ao responsável pelo trabalho, evangelista Raimundo Nobre. Logo os missionários passaram a residir numa das dependências do templo daquela igreja.
No mês de maio de 1911, mais ou menos seis meses após a chegada de Vingren e Berg ao Brasil, falando um português de nível regular, Vingren teve a sua primeira oportunidade de dirigir um culto a pedido dos diáconos da Igreja Batista. Vingren leu alguns versiculos que tratavam da obra do Espírito Santo no crente, enquanto que os diáconos abriam suas Bíblias para conferir se o que Vingren lia estava correto. Aparentemente eles ficaram contentes com o que Vingren dizia, de sorte que convidaram-no a continuar dirigindo os cultos das noites seguintes, durante uma semana. Pela maneira extraordinária com que Deus operou, ao longo daquela semana, batizando com o Espírito Santo e curando enfermos, Vingren foi advertido. Quanto a isto escreve o próprio Gunnar Vingren:
"Todos os demais que tinham vindo da Igreja Batista creram então que isto era uma obra de Deus, todos menos dois, o evangelista Raimundo Nobre e a mulher de um diácono... Na terça-feira seguinte ele (Raimundo) convocou os membros da igreja para um culto extraordinário e não permitiu que o pastor falasse. Ele (o evangelista) somente disse: ‘Todos os que estão de acordo com a nova seita, levantem-se”. Dezoito irmãos levantaram-se e foram imediatamente cortados da comunhão da igreja. Estes dezoito irmãos saíram então da Igreja Batista para nunca mais voltar, Isto aconteceu no dia 13 de junho de 1911.”
(Gunnar Vingren, "Diário do Pioneiro", p. 33.)
Consumada a exclusão, o pequeno grupo de dezoito irmãos, convidou os missionários Gunnar Vingren e Daniel Berg para dar-lhes a necessária orientação espiritual naqueles momentos decisivos da vida. Foi assim que, juntos, no dia 18 de junho de 1911, à rua Siqueira Mendes, 67, na cidade de Belém, deu-se a fundação da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, no Brasil.Repercutiram profundamente entre as várias denominações evangélicas, os acontecimentos que culminaram com a fundação da Assembléia de Deus. Essas denominações se uniram para combater o Movimento Pentecostal. Quem ler os livros "GUNNAR VINGREN, O DIÁRIO DO PIONEIRO" e "ENVIADO POR DEUS - MEMÓRIAS DE DANIEL BERG", há de conscientizar-se que duras e injustas foram as perseguições e injúrias sofridas pela Assembléia de Deus no principio. Perseguições injustas mas nem sempre inúteis.

Progresso no Interior do Estado
Não obstante as perseguições e dificuldades sofridas, as boas novas do Evangelho e o ardor pentecostal, espalhavam-se pelo interior do Estado do Pará com tanta rapidez, como se fossem conduzidos por asas de anjos velozes.
Fortes trabalhos surgiram da noite para o dia aqui e ali, numa demonstração incontestável de que essa obra nascera do rio das intenções de Deus. Enquanto Gunnar Vingreu concentrava maior parte de seus esforços com a obra em Belém, Daniel Berg, com infatigável labor, visitava o interior do Estado, distribuindo exemplares das Sagradas Escrituras e pregando o Evangelho transformador.
Separados os Primeiros Pastores
Antes do trabalho haver completado dois anos, a falta de obreiros já era sentida em várias localidades onde se iam estabelecer igrejas e congregações. Foi assim que, por orientação divina, o missionário Gunnar Vingren separou no mês de fevereiro de 1913, Absalão Piano, como o primeiro pastor da Assembléia de Deus no Brasil. O segundo foi Isidoro Filho, o terceiro, Crispiniano de Melo, o quarto, Pedro Trajano, e o quinto Adriano Nobre.

O espírito missionário da Igreja
Haviam passado apenas dois anos desde que a Assembléia de Deus iniciara suas atividades, e já iniciava as suas atividades missionárias, enviando, a 4 de abril de 1913, o pastor José Plácido da Costa como missionário a Portugal. Era a primeira demonstração viva e prática do espírito missionário ao estrangeiro, de uma igreja que contava apenas dois anos de organização.

A chegada de reforços
A partir de 1914 outros missionários foram chegando a Belém. Nesse ano chegou o missionário Otto Nelson. Em 1916 chegou Samuel Nystron. No dia 21 de março de 1921, chegou a Belém, vindo da América do Norte, o missionário NeIs Nelson. Muitos obreiros nacionais de indescritível valor, surgiram nessa época, os quais fizeram da cidade de Belém o ponto catalizador de esforços para expansão da Assembléia de Deus e do movimento pentecostal em todo o Brasil.

Expansão da Assembléia de Deus
Quando Gunnar Vingren deixou Belém, no mês de abril de 1924, de mudança para o Rio de Janeiro, a Assembléia de Deus já era uma realidade presente nas principais cidades do interior do Pará e em algumas capitais de Estados e Territórios brasileiros.
Apresentamos abaixo, segundo o estudo "HISTÓRIA DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL", compilada por Emilio Conde, as possíveis datas e nomes ou possíveis nomes dos fundadores da Assembléia de Deus nas capitais dos estados brasileiros:

Lugar
Fundação
Fundador
Belém 18/06/1911 Daniel Berg e Gunnar Vingren
Maceió 25/08/1915 Otto Nelson
Manaus 01/01/1917 Severino Moreno de Araújo
Macapá 27/06/1917 José de Matos
Recife 24/10/1918 Joel Carlson
Natal ??/??/1918 Adriano Nobre
São Luís 15/01/1922 Clímaco Bueno Aza
Porto Velho 28/02/1922 Paul John Aenis
João Pessoa 07/05/1923 Simon Sjorgren
Rio de Janeiro 30/04/1924 Diversos irmãos
Porto Alegre 19/10/1924 Gustavo Nordlund
Belo Horizonte ??/??/1927 Clímaco Bueno Aza
São Paulo 04/03/1928 Daniel Berg
Curitiba ??/??/1928 Bruno Skolimowski
Fortaleza 07/09/1929 Antonio Rego Barros
Salvador 27/05/1930 Otto Nelson
Vitória 08/06/1930 João Pedro da Silva
Aracaju 18/02/1932 Otto Nelson
Rio Branco ??/??/1935 Manoel Pirabas
Teresina 07/08/1936 José Bezerra Cavalcante
Goiânia ??/??/1936 Antonio Moreira
Florianópolis 19/03/1939 João Ungur
Cuiabá 07/05/1944 Juvenal Roque de Andrade
Boa Vista 09/09/1946 Quirino Pereira Peres

Fonte: Livro "História da Igreja"

 

jcwebfoto1.jpg

©2008 Web master design - Presbitero JC Pereira. - Todos os direitos reservados - presbiterojcpereira@gmail.com Avenida Prestes Maia, 241, 7º Andar, Cjto 723 - Bairro Santa Efigenia - CEP 01031-001 - São Paulo - SP - Brasil
Este trabalho,sófoi possivel realizar, pelo fato de, Deus está no negócio. Jeová Nissi